terça-feira, 21 de abril de 2009

A ausência


"Minimamente, a ausência pode provocar saudades,
no máximo, pode fazer com que
nos acostumemos a ela."

Silvana Cervantes


A ausência pode levar à saudade e para isso bastam coisas tão simples, como um cheiro, uma música, um lugar, um livro, um jornal...

Mas será mesmo que nos acostumamos à saudade ou apenas nos acomandamos a ela?
A saudade pode atenuar-se mas não desaparece,
deixa o vazio,
deixa bancos abandonados à espera de serem ocupados,com amores ou lembranças...

10 comentários:

Márcio Ahimsa disse...

A saudade é a prova
de que o instantes bons
sempre voltam em nós
por permanecerem guardados
num embrulho de sorrisos
que um dia escancaramos,
porque nesse dia,
fomos felizes.
A saudade é a descoberta
de que já fomos felizes.

Beijos querida, e, ah, muita saudade de estar por aqui.

Franzé Oliveira disse...

Olá menina linda. Sinto sua falta, viu? Precisamos convesar, tenho novidades, eu acho.
Atenue a minha saudade (risos).

Bjos com carinho.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Esse vazio que a saudade deixa é o que mais dói!!!

Lindo post!Beijos!Sonia Regina.

Ernani Netto disse...

A saudade é oq ue nos faz gostar do reencontro, é o sentimento que brota da vontade de estar junto.

Bjuam

Xana disse...

A saudade não desaparece , apenas se atenua com o tempo minha querida, as lembranças essas nunca são atenuadas pelo tempo, estarão sempre vivas e presentes na nossa memória.
beijinhos filhota!

Preta do Sul disse...

que foto linda essa tua Cris Rubi. oh, a saudade é foda... e é pra sempre.

Pelos caminhos da vida. disse...

Eu te entendo,já passei por isso.
Deus dá força pra gente pode ter certeza disso.

Boa noite.

beijooo.

Sonia Schmorantz disse...

Acho que nos apegamos a saudade, porque a companhia dela nos faz lembrar que fomos felizes um dia...
beijo

Sonia Schmorantz disse...

A amizade é o conforto indescritível de nos sentirmos seguros com uma pessoa, sem ser preciso pesar o que se pensa, nem medir o que se diz.
(George Eliot)

Tenha um final de semana com muito carinho.
Um abraço

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Canção do dia de sempre

Tão bom viver dia a dia...
A vida assim, jamais cansa...
Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...
E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...
E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.
Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.
Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!
E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas...
Mário Quintana

Meus votos de um excelente final de semana, junto
às pessoas que ama.
Um abraço do amigo

Eduardo Poisl