segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Destino


Fico em silêncio quando as opiniões vão de encontro às minhas,
Tenho o hábito de não rejeitar aquilo em que acredito, me mantenho fiel a mim,
Firme em minhas convicções,estreita nas direções…
Acompanho os instintos…
Um dia ouvi uma frase de uma pessoa muito querida, que me doeu na alma: “Ninguém é de ninguém.”
Quase sempre é necessário que alguém nos abane e diga as coisas ao ouvido para as escutarmos, refletirmos, acordarmos para as mensagens da vida,  por mais que doa.
Só aí foi que vi a verdade desta afirmação,
O sentimento de posse, se nos acompanha, só atrapalha…
Tudo acontece por si…
Não é preciso influenciarmos as decisões,
Nem apaziguarmos rancores,
Basta viver…
Para perceber que o sabor das palavras, das pessoas,dos sentimentos, da vida, se resumem em uma única palavra: DESTINO

6 comentários:

Xana disse...

Não acredito muito no destino, por isso nunca me calo ;)

tenho de me sentir a fazer pela vida e mostrar convições, só assim me sinto viva!

beijinhos linda!

Roxana disse...

bom post,adorei o teu blog,parabéns!

Matheus Pereira disse...

Simples e denso.
Parabéns

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Cris Rubi!

Esta frase é corretíssima apesar de tão banalizada!

Somos únicos e sós,responsáveis por nossas vidas e nossas dores.

Se acontecer de nosso caminho se cruzar com o do outro caminhemos lado a lado mas cientes que o caminho é traçado com nossos próprios pés!

Um beijo e meu carinho!

Sonia Regina.

Liou disse...

Interesante...

Rafael Bernardino disse...

Gostei muito... Cai aqui sem querer e gostei do espaço.

Se quiser visite: www.rafabernardino.blogspot.com

Abraço!