terça-feira, 28 de julho de 2009

Promessas quebradas


Promessas escritas e desejadas,
Promessas feitas no calor do momento,
Na alegria ou na dor
Promessas para a vida.

Largadas entre palavras
Por vezes mal percebidas,
Escritas em papel já apagado,
Esquecidas antes de cumpridas.
Promessas relembradas quando a dor bate à porta.
Não há maior dor de promessa quebrada
Do que aquela que o próprio quebra.
Não podemos prometer não mais sofrer,
Mas caímos sempre nesse erro.
Sempre que sofro, sempre que deixo cair uma lágrima no vazio,
Vem a velha promessa
Aquela que não cumpri,
Aquela que por um momento esqueci.
A promessa quebrada vem sempre com mais força.
Pois é pior a dor que queima o peito.
As lágrimas que rasgam as faces
Corroem meus lábios...
Promessas que me prometo,
Promessas que quebro,
Como posso eu pedir a outros que as cumpram?
Como??

6 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Faz parte querida, chego a pensar que as promessas só existem mesmo para serem quebradas, não temos como prometer coisas que vão contra nossa natureza, nossos desejos...então, sem remorsos, quebre todas as promessas, vida é isso!
É um lindo poema, todinho coração!
beijos

Valter Montani disse...

Cris

Passei para para uma visita e lhe desejar um bom dia/tarde/noite, bjs

M. Feet disse...

a vida é assim eu mesma nunca cumpro o que prometo

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Se as promessas que fez já não lhe fazem bem,quebre-as mesmo pois,tenha a certeza de que farão o mesmo com você!!!

Quem promete,mente para si e para o outro nada nesta vida tem garantia...

Um beijo carinhoso!Sonia Regina.

Márcio Ahimsa disse...

Prometer é uma premissa de que somos incapazes de cumprir.

Beijo beijo, Cris. Saudade daqui.

Lucas Lima disse...

Ñão gosto de promessas, parecem com um atestado de falta de confiança, rs
Bons Dias