quarta-feira, 27 de julho de 2011

Eu me odeio



Eu me odeio por sentir saudades suas.
Eu me odeio por ter gostado de você.
Eu me odeio por ter deixado me levar por você.
Eu me odeio por ter sentido seus beijos.
Eu me odeio por pensar em você a cada instante.
Eu me odeio por ter vontade de escrever quando penso em você.
Eu me odeio por querer ouvir sua voz.
Eu me odeio por querer telefonar pra você só para ouvir a sua voz.
Eu me odeio por gostar de te abraçar.
Eu me odeio por gostar do seu andar.
Eu me odeio por gostar do seu jeito.
Eu me odeio por gostar do seu sorriso.
Eu me odeio por me perder em seus olhos.
Eu me odeio por gostar do jeito que você me olhava.
Eu me odeio por tentar te conquistar.
Eu me odeio por escrever poemas pra você.
Eu me odeio por ver que você não gosta de mim.
Eu me odeio porque mesmo assim eu não deixo de gostar de você.
Eu me odeio porque tudo que fiz foi por você.
Eu me odeio porque tudo que eu quis foi você.
Eu me odeio por ser uma burra por tentar.
Eu me odeio por ser uma burra por acreditar.
Eu me odeio por acreditar em suas palavras.
Eu me odeio por viver esta ilusão.
Eu me odeio por não conseguir te odiar.
Eu me odeio por ter que me odiar.
E esse meu ódio é veneno que eu tomo querendo que você morra...

2 comentários:

Adauto disse...

MUITO BOM!!!

Mesmo.

Marcelle Monteiro disse...

Nossa eu me odeio muito mesmo, infelizmente. E eu odeio principalmente ter que me odiar.
http://mundrose.blogspot.com.br/