segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Estou cansada


Estou cansada,
Deste mar de lembranças doidas,
De todas as ilusões que não terminam.
Estou cansada,
Deste desanimo permanente,
Deste estado de desespero,
Que quase me leva à loucura.
Estou cansada,
De estar meio viva, meio morta,
Desta espera desesperante que quase me mata a alma.
Estou cansada,
Deste meu coração dolorido,
Sempre perdido nas ondas da paixão.
Minha vida no limite
Segue um rumo incerto,
Para um sitio desconhecido,
Para uma vida,
Já sem vida.
Estou tão cansada meu amor,
De lutar contra a escuridão,
De morrer em mim,
E nunca me encontrar em ti.
Estou cansada meu querido,
Desta revolta que não passa,
Desta dor que não se esvai.
Tudo se perdeu de si próprio,
Eu me perdi na insanidade,
Em divagações de memórias de tempos idos.
Minha mente te revê todos os segundos do dia...
Estou cansada,
Mas não te deixo ir,
Não permitirei que saias do meu corpo,
Não deixarei morrer o amor que construímos
E que a força do destino não destrói.
Se você não quer mais pensar em mim, não pense,
Mas não tens o direito de exigir o mesmo de mim.
Estou cansada...
Mas nunca desistirei de ti

12 comentários:

S.Tear disse...

ás vezes o melhor é mesmo deixar ir... tudo tem o seu tempo...

bj*

Cruela disse...

Chega uma hora que o cansaço é inevitavel.
Lindo seu espaço
Meus parabéns

FRAN "O Samurai" disse...

Oi querida Cris!

Voltei aqui e agora é pra ficar! Hehehe! Nossa, depois de uma grande luta para colocar o PC em ordem, perdi muito tempo e muitas coisas na blogsfera. Pois bem estou aqui nesse cantinho maravilhoso.

Está cansada? Cansada de viver ou de pensar que vive? Apenas deixe de lado e viva, deixe de lado o cansaço e viva para novos horizontes. Esperar cansa sim, e o melhor remédio é levantar e ir aonde seu coração mandar.

Beijos e linda postagem de alguém que sempre cultiva o romantismo.

Leonardo Stravalli disse...

Obrigado pelos comentários!

Acredito que só devemos lutar por um amor se este vale à pena e conseguimos apesar de todos os maremotos lembrarmos que o mar é de rosas e estamos exatamente onde queríamos desde o início...

Meu último post fala um pouco desse cansaço e vontade de jogar tudo pro alto...

Beijos!

Miguel Barroso disse...

Gostei



Abraços d´ASSIMETRIA

DO PERFEITO

Xana disse...

Houve a tua velha mãe...
Parte mas é para outra menina!!!
rsrsrsrsr

Inspirações disse...

;-)

Nilson Barcelli disse...

Nunca se canse e muito menos desista de um amor.
Porque um amor é único e irrepetível...
Também vejo arte e engenho nas suas palavras, embora tenhamos estilos completamente diferentes (ainda bem que somos diferentes na escrita, pois aprendemos um com o outro sempre que nos lemos...). E gostei deste poema, claro.
Beijo.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Sabe Cris,penso que quando um sentimento nos leva à exaustão o melhor é deixá-lo findar-se em si mesmo...e aí vai perceber o quanto sua vida fica leve...

Um beijo bem de leve e bem descansado!Sonia Regina.

* Patty Meirelles * disse...

Querida, tem um desafio pra vc lá no meu espaço.
Bjsssss

Ernani Netto disse...

Lindíssima sua poesia! Adorei!

"Estou tão cansada meu amor,
De lutar contra a escuridão,
De morrer em mim,
E nunca me encontrar em ti."

Eu me sinto assim, cansado de amar sozinho, de morrer em mim sem me encontrar em meu amor!

Muito bom!

Bjaum

Cris Rubi disse...

Vou responder........